Category: Artigos

New Masses?

Rising middle class represented the vanguard of capitalist development in nineteenth century Euro-America; no longer. Finance capital and the multi-national corporations have long since usurped that role. Instead, the middle classes have to take sides in sharply polarized societies, either with the oligarchs against the poor, or with the people against the oligarchs.

21ST Century Welfare

Latin America has long served as a proving ground for economic and political experiments that later acquire a global reach: the shock therapy of neoliberalism was followed by structural adjustment programmes that were visited on debt-stricken states across the continent in the 1980s, before being rolled out in Africa and elsewhere.

A Saúde, o SUS e o programa “Mais Médicos”

O projeto tem quatro propostas principais que objetivariam melhor a qualidade da política pública de saúde e do SUS. Essa iniciativa levanta temas que merecessem apoio, mas, ao mesmo tempo, traz vários aspectos que não deverão ser apoiados por aqueles interessados no bem-estar dos brasileiros.

Senhora CLT

O caminho não é longo. É permanente! Sem sujeito, não há história, não há sociedade. É no encontro que descortinamos possibilidades. A forma inteligente de descoberta, nas relações de trabalho, chama-se negociação.

A complexidade do desafio da redução da desigualdade e da pobreza segundo a PNAD 2012

Um padrão de crescimento com mobilidade social foi identificado como um processo em grande medida seguro, apontando-se a constituição da sonhada estrutura social predominada pela classe média . A partir do aumento do consumo, este processo foi facilmente justificado, desconsiderando-se sistematicamente as raízes históricas estruturais da desigualdade e da pobreza prevalecente no país.

A inadiável revisão da lei de patentes

Artigo de Jorge Beloqui, professor do Instituto de Matemática e Estatística da USP, e Mário Scheffer, membro da Plataforma Política Social, professor do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP.

Saúde Suplementar: regulação ou autorregulação?

É sabido que a crise econômica internacional de 2008 foi causada em boa parte pela absoluta falta de regulação pública dos mercados. Nessa linha, evitar que a regulação econômica da saúde privada caminhe para padrões verdadeiramente prudenciais poderá causar sérios prejuízos aos consumidores, com potencial pressão sobre o orçamento público, num quadro crônico de subfinanciamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE