Os números da rotatividades no Brasil: um olhar sobre os dados da RAIS

Dieese

O mercado de trabalho formal brasileiro que reúne contratos de trabalho celetista – com carteira de trabalho assinada, como define a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – e estatutário – relativo aos trabalhadores contratados segundo o estatuto do funcionalismo público – terminou o ano de 2013 com um estoque de 48,9 milhões de vínculos de trabalho1. Em relação a 2002, foram criados mais de 20 milhões de empregos, com um incremento médio anual de 1,8 milhão de postos de trabalho. Este resultado, entretanto, é fruto de uma forte movimentação contratual no período.

Clique aqui para baixar o documento completo 

Deixe uma resposta