Tag: Macroeconomia

O subdesenvolvimento e o estado no Brasil

Para o autor, negar os avanços econômicos e sociais recentes é equívoco grotesco. Ao mesmo tempo não é de boa fé e tampouco pertinente varrer da agenda a questão do subdesenvolvimento brasileiro. Mesmo com a industrialização e com crescimento, os traços do subdesenvolvimento ainda persistem; vivemos no Brasil “sob condições graves de concentração de renda e de riqueza que implicam miséria, pobreza, desemprego estrutural”.

Desenvolvimento econômico e social

O artigo procura contribuir ao debate sobre o tema do desenvolvimento econômico e social. É composto de quatro partes. Inicia breve avaliação do avanço da crise, que extrapola o continente europeu, afetando todos os países. Aborda na segunda parte os impactos da crise e seu enfrentamento no País. Na terceira parte caracteriza as medidas adotadas pelo governo para reativar a economia e, por último, o embate que está se dando entre as propostas de enfrentamento da crise.

Da macroeconomia à inclusão nas cidades

Os avanços recentes na renda e no consumo das massas permitiram que as famílias melhorassem o seu “espaço privado”. Todavia, não ampliou a “inclusão das famílias nas cidades onde residem”. O artigo aponta para a gravidade da crise urbana, face dramática do nosso subdesenvolvimento

Salário mínimo: desdobramentos da concessão de aumentos reais

A evolução real do salario mínimo teve impactos positivos na redução da desigualdade social. De um lado, pela melhoria da renda do trabalho. E, de outro, pela elevação da renda dos beneficiários da Seguridade Social (Previdência Urbana e Rural, Benefício de Prestação Continuada e Seguro Desemprego): mais de 30 milhões de benefícios equivalem ao piso do salário mínimo.

Salário mínimo e desenvolvimento social

A Política de Valorização do Salário Mínimo implantada em meados da década passada teve impactos positivos em diversas dimensões diretamente atreladas ao padrão de desenvolvimento nacional, com destaque para nível de ocupação, distribuição dos rendimentos, combate à pobreza, bem-estar social e desenvolvimento territorial.

Política social e desenvolvimento: o Brasil entre dois projetos

Vivemos no país a disputa entre dois projetos antagônicos. O liberal versus o desenvolvimentista. O Estado Mínimo versus o Estado de Bem Estar Social. Ambos convivem na sociedade e, contraditoriamente, internamente ao próprio governo. Essa disputa transparece com frequência no…

Política Social e Desenvolvimento: o Brasil entre dois projetos

O Caderno Temático 1 – “Política Social e Desenvolvimento: o Brasil entre dois Projetos” assinala que vivemos no país a disputa entre dois projetos: o liberal versus o desenvolvimentista. Essas tendências contraditórias transparecem com frequência no debate econômico e social….

Nem sempre foi assim!

Em texto didático, Frederico Mazzucchelli analisa a evolução do capitalismo desde a consolidação da chamada ordem liberal burguesa no século XIX até os dias atuais. Como veremos nesse e nos próximos artigos, a economia continua se vingando da política. A agenda liberal permanece hegemônica no mundo – mesmo após a crise financeira internacional de 2008 – quando o Estado teve de “salvar o capitalismo dos capitalistas”. Ela exerceu profunda influência nos rumos trilhados pelo Brasil nas últimas décadas – e continua viva no presente.

Uma difícil travessia

Artigo de Eduardo Fagnani, membro da Plataforma Política Social, economista, doutor em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Campinas.

Karl Polanyi: “Nossa Obsoleta Mentalidade de Mercado”

Karl Polanyi foi um importante cientista social em seu sentido mais amplo, que atuou em diversas áreas e influenciou muito seus campos de estudo, em especial a antropologia econômica no século XX. O artigo que se segue ainda não havia sido traduzido para o português no Brasil.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE