As finanças do governo de Minas: esticando a corda do endividamento

Este trabalho analisa a evolução das finanças do governo do estado de Minas gerais no período de 2003-2013. Procura mostrar que, tida como principal pilar do “Choque de Gestão”, a condição fiscal do governo vem se deteriorando progressivamente, tendo sido gerados, em 2013, déficits em todos os conceitos existentes: orçamentário, primário e nominal, imprimindo uma velocidade impressionante de crescimento à trajetória da dívida. Conclui que, se não obtiver sucesso no processo de renegociação da dívida com a União, o governo do Estado poderá retornar à condição caótica de suas finanças existente na segunda metade da década de 1990.

Referência:

Fabricio Augusto de Oliveira (2014). As finanças do Governo de Minas: esticando a corda do endividamento: ANAIS do Seminário de Diamantina.

 

Aqui para Baixar o estudo completo 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.